COP26 – Glasgow

1 a 12 de novembro de 2021

Foi em Glasgow na Escócia, a conferência mundial do clima, a COP26. Líderes da maioria dos países estiveram debatendo suas ações para frear o aquecimento global com meta de zerar as emissões dos gases do efeito-estufa. Dizem os cientistas que se nada for feito agora, possivelmente a Terra perderá as condições de abrigar a vida como a conhecemos e de modo irreversível.

As previsões para investimentos, principalmente em energias alternativas passam dos trilhões de dólares. Ainda assim, as renováveis mais “famosas” parecem não ser suficientes nem seguras, e ainda causam alguns impactos ambientais desconfortáveis. É por isso que estamos aqui: para mostrar que existe uma solução segura e viável a partir de uma fonte abundante, contínua e renovável. Precisamos juntos chamar a atenção do mundo para a inovação TIDALWATT.

ILHA DOS ARVOREDOS – 100 kVA

Esta linda ilha a 1600m da praia de Pernambuco, no Guarujá – SP, será o primeiro local do mundo a instalar a tecnologia TIDALWATT, produzindo perto de 48 MWh/ mês. É o sonho do engenheiro Fernando Lee iluminado por uma nova energia.

selo patentes verdes

O Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI, órgão ligado ao Ministério da Economia do Brasil, concedeu o selo Patentes Verdes à Unidade Coletora de Energia de Corrente – UCEC, nossa tecnologia de energia limpa.

Potência, energia, Geração, Consumo, Fator de Capacidade, fatura de energia. O que essas coisas têm em comum? Quantas mil casas podem ser ligadas com tantos megawatts de uma usina de energia? Ou seriam megawatts-hora? Aproxime-se desses termos e entenda como a energia dos oceanos é o futuro das renováveis.